Thursday, 21 June 2012

Comer e Orar


Estou a ler o livro "Comer, Orar e Amar" em que a personagem quando quer falar com Deus ou com a entidade superior fala através da escrita, tanto as perguntas como as respostas que ela acha que são respondidas pela consciência ou por Deus.
 Se eu tivesse que escrever para Deus, seria qualquer coisa assim:

Talvez eu não tenha direito a amar e ser correspondida, ou estar em sintonia com outra pessoa. Continuo a achar que mereço e que devo lutar. Hoje pode não ter sido um bom dia, amanhã também talvez não seja mas o tempo cura e eu vou esperar pacientemente pela cura. Não sei porque é que já conseguiram enfiar um homem na Lua, no fundo do mar, inventaram o telefone e não conseguiram inventar um comprimido que passa dores não físicas.  Vou ter que passar por isto mais uma vez. E este "isto" é o J. não querer compromisso assim como, o N. mas no seu caso não é p'ra ficar com a torcida do flamengo mas sim, para ficar sozinho, porque acha que não se sente preparado para uma relação. A história muda, o fim continua o mesmo. Portanto, querido Deus muda os meus finais ou então nem comece a novela porque assim " eu viverei em paz" como dizia a música. E agora que o mal já está feito e eu não vou ceder nos meus princípios e decidir que  aceito a metade que ele está disposto a oferecer-me, peço-Lhe que ele fique na minha memória só mais esta noite e amanhã seja uma lembrança indiferente, saudável ou qualquer coisa que não chegue para apertar o coração. Compreendo que o problema é meu, eu não contento com este pouco que o Senhor insiste em oferecer-me.

Tua filha, Blair


Imagem: do J.

4 comments:

60 Sinais said...

Esse livro é muito engraçado, principalmente a maneira como fala com Deus. Mas deixa aquela vontadinha de alrgar tudo e ir para a India...pelo menos a mim deixou!
Ai vontadeee

Girl in the Clouds said...

O pessoal hoje em dia tem dificuldade em assumir compromissos!!
Mas, o teu "principe" há-de aparecer!!

Petra said...

Tenho aqui esse livro vou começá-lo esta semana! beijo

*C*inderela said...

achei esse livro tão secante ... comecei a ler e ainda não acabei.