Thursday, 27 December 2012

Basicamente é ISTO!

uknown


Perfil da pessoa com fobia de dirigir
Atinge pessoas extremamente responsáveis. Ao assumir um compromisso, dão conta dele. São confiáveis, detalhistas, sensíveis e inteligentes. Preocupam-se com os outros, com os problemas dos outros e procuram não machucá-los. Porém não gostam de críticas. A crítica alheia pode magoá-las, irritá-las. Não admitem errar.
As pessoas que tem fobia de dirigir são, em sua maior parte, mulheres. A maioria está numa faixa etária entre 30 e 45 anos.

Wednesday, 26 December 2012

Do Natal

E porque o Mundo não chegou ao seu fim, passo por cá para desejar continuação de Festas Felizes. Passei estes dias a beira-mar entre grelhadas, empanturranços de muitooooos doces, surf e mergulho. Voltei a cidade por ainda tenho atracado a mim a porcaria da carta de condução. Será que é desta?

Espero que vosso tenha sido Bom na mesma medida ( ou mais!) e junto da família (coisa que este ano ficou um bocadinho triste deste lado).

Mas não podemos ter tudo, e portanto o que tive já foi superbe!!!!





Thursday, 20 December 2012

Do espírito Natalício...

...que está escasso por estas bandas!


Falta tão pouco para o Natal e menos ainda para o fim do Mundo! Ainda não baixou a magia em mim, estou concentrada na carta de condução que quero muito dar por finalizada, tenho os dados dos trabalhos todos que tenho que entregar até final do mês, preciso urgentemente de encontrar um trabalho que me dê dinheiro, porque não traz felicidade é certo mas dá um bom empurrão ...pensando bem, o Natal é em família, e a minha está toda por Lisboa! 

Pffff... espírito natalício fugiu deste corpo!

[Depois faço a retrospectiva deste ano, que até foi bastante bom! :)]

Wednesday, 19 December 2012

Andanças MIL...

A diva dos pés descalços destas paragens, Cesária Évora (google it caso não conheças-garanto que não haverá arrependimentos) quis homenagear a mãe, nascida e criada na Ilha de Santo Antão. O povo após a sua morte quis tornar real esta homenagem com um grande concerto na ilha das montanhas. 
Juntamos um grupo de amigos e lá fomos de barco até Santo Antão. Ficam as fotos para mais tarde recordar :)

coelhinhos, porquinhos da índia...

Ainda a meio da subida para o chalé

O grupo a caminho da área do show

Estrada para o chalé e espectáculo

onde estávamos

Nós à procura de boleia


Aproveitar para ver ondas :)


[Imagens: Minhas]



Thursday, 13 December 2012

FR (bolinha vermelha no canto superior do blog)

Kim Kardashian

Ontem a passear a ver montras destas ruas, paramos em frente a uma para uma aula de moda ao namorado que insistia que a montra estava linda e eu muito calmamente explicava-lhe a mania das gentes destas paragens. 
A coisa é está na moda então vamos usar tudo até não mais poder e sair à rua feita árvore de Natal ou canga das vendedeiras de bugigangas de Salvador da Baía. 
O vestido-tubinho é um deles, caiu na moda agora já ninguém consegue vestir nada que não seja o tubinho que cada dia está mais curto, apertado e cheio de decotes vertiginosos, põe-se tudo à mostra ( ou na montra) e tá no ir. Não deixa nada para a imaginação!

Salta-me ele com a ideia que assim é que deve ser porque é um vestidinho FR e eu óbvio tive de perguntar o que é um FR.
 Significado puro e duro ( vou dizer baixinho que isto ainda é um blog de família). FR= FODA RÁPIDA.
Pronto, deixou-me sem argumentos!


Wednesday, 12 December 2012

I'll tell you a secret

Rhianna

E pronto já combinamos que sobre trabalho conversamos no trabalho. Fui fazer umas quantas pesquisas de como namorar com pessoas da mesma empresa e o ponto principal de tudo é isso. Não conversar sobre trabalho nas horas de lazer.

Porque como namorado não existem razões de queixa e ele tem feito tudo o que tenho pedido neste meu jeito meio exigente de ser. 

Agora inventou que eu tenho que contar que namoramos aos meus pais. M-E-D-O!!!!!

Alguém sabe um jeito muito rápido de contar e evitar constrangimentos?

Tuesday, 11 December 2012

Do Chefe que infelizmente é meu namorado ou vice-versa

Ellen Pompeo & Patrick Dempsey


Há dias que não o suporto como chefe, noutros como namorado, noutros os dois porque meto os pés pelas mãos e confundo as coisas. 

Diz-me ele que aqui não há coisa de chefe e não chefe e que estamos em pé de igualdade porque é uma associação. Noutros manda-me fazer umas coisas e diz que de inicio tem que existir essa coisa de chefe porque ainda não estou muito por dentro dos afazeres disto.

Nuns dias digo-lhe que quero fazer um documento onde consta tudo o que fizemos durante a protecção dos bichos na tal ilha deserta e ele diz-me: "P'ra quê???" se tratar os dados não é connosco e que nós trabalhamos com conservação. Chegar lá conservar, proteger e entregar os dados a alguém que os queira trabalhar e que esse alguém até pode ser eu mas que não serve de nada para a associação. Noutros diz-me que era bom se quisesse mostrar a foto de distribuição dos ninhos para apresentar nas escolas e nas comunidades piscatórias como forma de sensibilização (a ideia era essa com o tal do documento, fazer o tal do poster).

Há dias que ele diz que eu tenho que ir para uma reunião e falar, noutros diz que os convites às vezes aparecem só para uma pessoa e portanto não posso ir.

Dias que eu tenho capacidade para muito mais e por isso não posso colocar-me no patamar dos restantes trabalhadores da associação porque tenho mestrado nesta bosta, noutros diz-me que não posso representar a associação ainda porque ainda tenho que aprender como se faz e que tenho que passar os dados para o Excel feito uma estagiária.

E no fim disto tudo, eu faço tempestades em copo de água, de tudo faço um filme, que ele não percebe o que quero e que eu passo a vida a discutir com ele sobre coisas que podíamos simplesmente passar à frente.

E quando digo que não sei bem se trabalhar e namorar dá certo, ele diz-me que estou a ser infantil e que estou a pôr a carroça à frente dos bois.

Minha Gente, HAJA SACO P'RA ESSE CARA! 

[E hoje odeio o meu chefe mas não posso contar isso ao meu namorado porque...]




Friday, 7 December 2012

Pensamento do dia

Será que dá para viver sem nariz? 
Hoje estou a pensar oferecer o meu nariz a alguém com mais paciencia porque eu ESTOU FARTAAAAAAAAAAAAAAAAA

Thursday, 6 December 2012

Das reuniões...

Sarah Shahi

2 dias a discutir pesca e pescado e proteger e não proteger e um está de acordo e outro não acha assim tanto e ninguém chega a consenso nenhum mas também ninguém cede. E estava eu muito calmamente na  amena cavaqueira em jeito de cochicho com a colega do lado (confesso já estava meio farta da confusão) e de repente salta o meu nome na mesa como porta-voz do grupo. Perguntam-me se anotei o que é suposto ir dizer lá em cima p'ra aquele monte de estrangeirada convidada. Tirando dois rabiscos tenho a folha com um grande FARTA DISTO escrito. É tudo o que eu tenho a dizer!!!

Estou com a cabeça feita em alga oopsss água...

[óbvio tive que despachar e escrever qualquer coisa muito rápido e inventar o resto lá em cima, desaparecendo atrás do púlpito, ao menos gostaram e consegui responder as perguntas colocadas...]
[o bom é que nestas coisas a comida é sempre boa  :P]

Friday, 30 November 2012

Cenas caricatas deste namoro


uknown

Episódio 1

Toca a campainha e estou no banho. Ninguém em casa! Ligo à minha irmã (só pode ser ela). Não atende! Tocam outra vez. Decido sair do banho toda ensaboada e a pingar e ir atender o interfone.
 Do outro lado:
Ele:- Abre a porta, é o teu namorado.
Eu: - Não, não é porque o meu namorado está a viajar (em minha defesa devo dizer que o interfone tem um pequeno ruído e não se consegue ouvir bem).
Ele: -Oh minha parvinha abre a porta.
Eu: -Ok
Quando chega cá acima:
-Já vi que fazer-te surpresas vai ser quase impossível!

Episódio 2:
Numa loja de conveniência daquelas das bombas de gasolina:
O namorado atrás e eu sentada numa cadeira de bar. Aperto-lhe o braço, faço uma festinha na barba e toco aqui e toco ali....de repente ele olha p'ra mim com olhos esbugalhados e diz-me:
 -Tu não podes fazer isso em público!
- Hã?!
Quando olhei onde tinhas as mãos...nem mais nem menos do que RU RU (exactamente ali!! P'ra bom entendedor, meia palavra basta) Ele ficou vermelho que nem um tomate porque nesse exacto momento estava uma tia dele a entrar e viu toda a cena.

Óbvio que contou a todos os amigos e pior à minha irmã.
Juro que não me apercebi!

Tuesday, 27 November 2012

Das últimas andanças



Aqui era a nossa praia, onde pescavámos, nadávamos e...viamos as sardas-tubarão a passar ao qual voltávamos à laje a VOAR ( não existe areia por cá)

A minha banheira gigante,minha e do meu amor  e também usava-o como máquina de lavar (fiquei com menos 3 cuecas à conta das ondas heheh)

Aos montes na nossa tenda. Chega a irritar e senta-se na tua cabeça, bicam-te os pés...enfim...fofitos e chatinhos

Cria de Alcatraz, são tão branquinhos à nascença. Dá vontade de abraçar :)

Tenho para comigo que é uma Egretta grazeta em puro latim, não sei o nome comum do bicho ( é a coisas de ser-se biólogo LOL)

A espécie que nós estávamos a estudar...Cagarra. Conheci o quão afiado é o bico e ainda trago as marcas nas mãos.


[Imagens: Minhas]

Karma is only a bitch if you are!

uknown

Eu juro que achava que era coisa de novela, isso de enganar, de fazer joguinhos, de fingir ser quem não é. Afinal, não se consegue mentir a vida toda. Mas não  essas pessoas existem....e elas conseguem fingir a vida toda se preciso for.

Eu cheia de pena de uma moçoila porque não tinha amigos e as pessoas são muito más por não serem amigas dela e pata ti pata tata e vai-se a ver  (depois de uma conversa com uma amiga minha) fico a saber que a rapariga é calculista e muda de grupo de amigos conforme o seu interesse e ela sabe isso porque também já foi vitima das "amizades" repentinas da queridinha (not!).


[Back to high school ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh]

Wednesday, 21 November 2012

Dos sonhos

Hoje em mais uma conversa, ou melhor, discussão do Meio Ambiente...reparei, ou melhor, voltei a perceber como as coisas andam a passo de caracol quando a questão é ambiente. É que o ambiente não tem voz e quando quer ter, os mandantes tratam de substituir o porta-voz do ambiente. A corrupção é algo tão banal hoje em dia e quando se trata de ambiente deixa de ser corrupção passa a estar dentro da lei. Mais uma vez acho que não consigo participar em reuniões em que a questão é "dinheiro ou ambiente?", qual pesa mais?!!! Saio sempre irritada e com uma vontade de mandar tudo para o ar e desistir.

E quando chego a casa com a certeza que nada mais há para fazer, existe qualquer coisa que me faz ver que não sou a única nesta luta. O que hoje me motivou foi este video. Obrigada!!!!


Monday, 12 November 2012

Love means a lot to me


O J. namora... anunciado facebokianamente. Se disser que não senti nada estarei com toda a certeza a mentir. 
Mas, no meu íntimo tudo o que quero é que a pessoa que ele tenha escolhido para amar seja boa, tenha todo o bem querer que eu tinha por ele, que não o magoe. Porque quando se ama alguém, tudo o que nós queremos é que ele seja feliz, mesmo que não seja connosco. Eu queria poder dizer-lhe isto mas seria interpretado como falsidade ou qualquer coisa lá perto.

Torço por ele e continuarei a torcer por ele mesmo que acorde um dia com aquele aperto no peito de o ter perdido ou não ter conseguido fazer com que ele se apaixonasse por mim. Mesmo que eu queira um dia saber quem é ela e pergunte aos céus o que ela tem que eu não consegui ter, ou não consegui que ele visse em mim, mesmo que chore baba e ranho. No meu intimo e o que de mais sincero e puro existe em mim, eu quero que ele seja feliz. E tenho por mim que se algum dia ela o magoar serei eu a ir pedir satisfações e ficar fula da vida com a moça. 

Eu sou assim porque te amo e ficarei feliz se tu também estiveres!

Tuesday, 6 November 2012

Há certas frases que me fazem entrar em pânico



Eu te amo!
Eu prometo!
Ligo-te mais tarde!
Precisamos conversar!


Se um "OI" ilude tanta gente, imagina o estrago que faz um "EU TE AMO"

Monday, 5 November 2012

In Love

Namoro.
Neguei até não mais poder.
Jude Law
Fugi várias vezes.
Afinal como ficar com alguém estando apaixonada por outro.
Pediu-me que tentasse.
O meu melhor presente. É ele.
Tem tudo o que eu pedi e muito mais.
As chamadas a meio da noite.
O querer sem malícia.
Sem medo de sofrer.
O ciúme bobo.
Assim é ele.
Esse meu loirinho que tem tudo de criança grande.

E mais não conto! ;)

Tuesday, 30 October 2012

Dar sem receber


E quando pediram um litro de água para chegar ao outro lado debaixo de sol escaldante, ofereci não só a água mas também café acabadinho de fazer, "já agora comam qualquer coisa". É falta de tempo, o bote já está à espera, então o problema fica resolvido com um pouco de comida num tupware  para a viagem.

Há gente em monte para arrastar o bote até terra, não faz mal, há sempre mais um braço, talvez a minha força não faça mover um único centimetro mas empurro com toda a força que consigo.

De todos os meus principios (alguns muito parvos até para qualquer biólogo), como conservacionista não ouso apanhar peixe abaixo do tamanho minimo de captura (TMC), os tais jaquinzinhos para os alfacinhas e melon no puro crioulo mas engoli o meu principio ( não tão parvo assim) e decidi ajudar. Na azáfama vi que faltava gente para segurar as redes, corri para a poça, chamei a minha colega e apanhamos melon para um mês, entre "tocal pal pode entra na rede" confesso que os ainda mais pequeninos frouxava a rede para os deixar passar sem que eles percebessem. Mais apanhei muitos, ouvi-os dizer várias vezes "Patricia tu não és filha de pescador" por causa do meu mau jeito a cercá-los para não os deixar fugir. Não sou mesmo mas apanhei mais peixe do que alguma vez tinha apanhado e completamente contra o meu principiio de NUNCA apanhar peixes abaixo do TMC.

Ouvi histórias de pesca, de naufrágios, da familia que não conheço mas que de tanto contarem parecia que eu mesma fazia parte da história. muitas vezes estórias, as chamadas estórias de pescador, aquelas em que apanhou um Djeu maior que o bote ou que começava com um "naquele tempo é que era..."

Vibrei quando vi botes a caminho da nossa praia deserta, ávida por novas histórias/estórias e companhia e corri para arrastar, para ver os peixes apanhados na pesca. Torcia o nariz para o TMC e pensava para com os meus botões que para servir de isco é preciso peixes pequenos e nisso eu não podia fazer nada, é preciso alimentar familias antes de pensar em conservar (ainda penso que é possivel conservar e alimentar famílias mas com calma lá chegaremos).

Ofereci o meu saco cama, um fogão, pratos, talheres com um sorriso e um pode devolver quando for embora quando um deles se esqueceu.

Não me estou a recordar dos meus bem-feitos, porque volto a faze-los se preciso for e acredito que quando prestamos um favor não ficamos à espera da retribuição. 

Esperava apenas melhor tratamento, que cuidassem das minhas coisas como tantas vezes cuidei das deles. Que vissem em mim (em nós) a mesma familia que eu vi neles durante estes 4 meses.

Mas quando deixei metade das minhas coisas em Santa Luzia porque não conseguia levar tudo para o Ilhéu Raso não pensaram duas vezes e roubaram, roubaram a comida que tantas vezes eu ofereci sem que pedissem (...)*e a minha câmera fotográfica. 

Sinto-me triste por nunca me terem considerado colega, e não terem dado valor ao meu trabalho como dei aos deles. Eu conheço gente que conhece gente...:(



* só falo daquilo que me tiraram apesar de não ter sido a única vitima nisto, não quero envolver mais ninguém neste texto!

[gostaria de publicar as fotos mas infelizmente e como agora sabem roubaram as minhas recordações fotográficas :(]

Sunday, 28 October 2012

E eu aqui de novo!!!

De volta da ilha deserta, tenho por mim que é a ultima viagem. Ainda fui parar a um ilhéu para estudar os pássaros, depois das tartarugas e entre mil e um acontecimentos, estou de volta. Fim de uma etapa e espero que consiga manter o foco, a fé e a coragem. Não tenho novas fotos para vos mostrar porque ROUBARAM A MINHA CAMERA FOTOGRÁFICA. Estou com um ódio de morte.

Vou organizar os meus contos e depois conto heheheh :)

Monday, 10 September 2012

Always the new girl in town

Sinto-me ausente. Aquela que está sempre de partida. Tive essa certeza hoje quando uma amiga que mora na mesma ilha que eu disse-me que tinha saudades minhas. IMAGINEM...

Tou sempre de malas prontas para algum lado. Não reclamo. Adoro viajar!!! É das coisas que mais gosto mas essa coisa de ficar sem ver os amigos, vamos perdendo os assuntos e quando volto já não percebo metade das fofocas. Para dizer que depois da conversa com ela decidi ir mesmo agora a noite ter com ela para conversarmos. Foi muitoooooo bom!!!!

E para também vos dizer que amanhã já estou de volta à ilha deserta. 
Posto isto, falamos na volta?


[Não vou assistir ao maior campeonato de surf destas paragens e o J.J. vai competir e não estarei para apoia-lo às escondidas :(--- Torçam por ele por mim pf :) ]

Sunday, 9 September 2012

"if you can't make it good at least make it look good"*


Taylor Swift

A passear blogs e os blogs de moda têm-me feito suspirar. 
Os vestinhos novos continuam com as etiquetas, bem como, os sapatecos, as malufas e tudo o resto. Enfim...a ilha deserta dá-me muitas alegrias mas quanto a combinar modelitos e ver-se ao espelho é daquelas coisas que por lá....nem tchum!!!!

[*Bill Gates]

Saturday, 8 September 2012

Wednesday, 29 August 2012

No meu alfabeto só existe 1 letra

E quando um não te liga nem para saber se morreste ou não, o outro liga-te a perguntar se conseguiste enfiar tudo o que querias dentro da mala, se chegaste bem a casa, se precisas de alguma coisa e ainda dizes "gosto muito de ameixas secas" e sai-te com um saquinho de ameixas neste fim de mundo só p'ra ti.

Mas continuas apaixonada pelo primeiro!!!! E sabes bem  que o segundo é um malandro de primeira mas mesmo assim depois de 2 meses a seco, o malandro já podia ter ido embora, certo?! E continua a bater no teu subconsciente " às vezes a gente se esquece que malandro também ama"*

*Marcelo D2

Eu e as malas!!!!




A empacotar as minhas coisas ( leia-se fazendo as malas) vou para a ilha do Sal para 1 casamento. Coisa rápida mas parece que a mala vai para 1 mês. Definitivamente, não tenho o poder de redução. Quero levar TUDOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO...

Tuesday, 28 August 2012

Ufa...que paródia cansa!!!



Sai na gandaia mesmo. Um fim-de-semana inteiro na paródia. Saí de casa na Sexta para uma festa e só voltei a casa pelas 7 da matina debaixo de chuva. Pelas 2 da tarde de Sábado e ainda de pijama aparece um amigo meu a dizer se queria ir ver um campeonato de surf à praia. Estava eu ainda de pijama e o almoço já na mesa. Desatei a correr e deixei p'ra lá o almoço. Pois bem... só voltei no Domingo às 8 da noite. Morta e esgotada!!!!

 Mais uma vez o J. ganhou. So happy for him  (não lhe dei os parabéns e fingi que não tinha visto a competição)

Acompanhei  todos os heats dele. Quando era ele a competir lá ia para a zona do campeonato ver e torcer muito discreta para ele não reparar que eu lá estava e assim que apitavam para o fim do heat saia de fininho para onde estava o meu pessoal. O campeonato demorou montes de tempo e já estava noite cerrada quando se sagrou o campeão.

[I think love is letting him go and still supporting him in silence]




Friday, 24 August 2012

It's friday baby and i'm in town


Hoje vou cair na gandaia (como a música da Fanny...OMG coisa mais horrível). A ilha deserta é óptima, muito boa mas sinto falta de sair para dançar e esquecer que voltei às aulas práticas de condução e que cheguei à conclusão que já não me lembro onde é o travão, acelerador e...como é que se chama aquela coisa que eu detesto de morte? Ah pois...embraiagem!!!!

Thursday, 26 July 2012

Tuesday, 24 July 2012

Talvez eu mereça


twilight crew

Daqui a dois dias estou de volta ao meu paraíso e às minhas tartarugas. Mal posso esperar! 

Não posso mais com a namorada do chefe que está numa força tremenda para ser minha amiga na esperança de se unir à "rival" (que eu não sou!). E do namorado que diz-me que todos os homens têm  um certo interesse quando estão numa ilha deserta na esperança que haja interesse da minha parte.
 Duma "amiga" minha que quer por tudo saber em que pé estão as coisas entre o J. e eu na esperança de ir a correr contar a alguém que a "costa está livre". 
Lindo, lindo é saber que o pseudo-whatever da ex do J. decidiu que eu sou um alvo fácil para ser amante, curte ou qualquer coisa. E os próprios amigos do J. também acham que em algum momento eu vou baixar a guarda e deixá-los entrar. 
Grandes amigos estes...meus e dele!!!

E depois perguntam porque é que eu gosto tanto de animais?

E porque já não consigo chorar mais nesta confusão. Não existem mais lágrimas, vou procurar um café e empanturar-me de qualquer coisa com muito chocolate e talvez salte alguma seratonina (hormona da felicidade) deste corpo. 

[Acho que vodka não seria mal pensado]

Monday, 23 July 2012

O meu J.

uknown


Perdi-o!!! Não verdade, foi ele que me perdeu. Não na ideia de eu sou a melhor pessoa que ele podia ter encontrado, ou sou bonita demais ou algum adjectivo pretensioso da minha parte. Digo perdeu-me porque tenho plena consciência que não podia fazer muito mais do que fiz. Fiz o jogo que ele queria, em momento algum podia ter feito doutra forma.

Pediu-me paciência. Fiz o melhor que pude.
Pediu-me que ninguém soubesse de nós. Fiz-lhe a vontade!
Pediu-me um "Friends with benefits". Ofereci-lhe o "Friends without benefits" porque ia contra tudo o que acredito no amor. E eu amo-o!
Mostrou-e que não queria que eu desistisse. Tentei ao máximo.
Prometeu-me que não seria impossível. Acreditei...
Juramos sinceridade um ao outro. Mantive a promessa!

A única coisa que eu pedi, ele não conseguiu cumprir! Que se mantivesse a mesma pessoa que eu tinha conhecido. Aquele que dizia que ligava às 16h e ligava 10 minutos mais cedo. Que prometia e cumpria. Que queria mostrar-me a lua mesmo que fosse um dia nublado. Foi esse J. por quem me apaixonei.
Preciso apenas que o coração perceba que esse J. por quem me apaixonei já não existe, mudou. E eu não amo essa pessoa que ele se tornou. Sinto-me como se o personagem de um livro que eu adorei tivesse sido transposto para o grande ecrã e tivesse arrasado com as minhas expectativas, com o meu imaginário. Um Edward Cullen que de repente, passou a Robert Pattinson. 

Não é esse O MEU J.!!!! Como explicar isso a mim mesma? Só assim parará essa dor aguda no peito! Chega a ser uma dor física! 




Wednesday, 18 July 2012

Pela Ilha Deserta

Olá pessoal,
consegui uns diazitos por cá e para melhor perceberem o que ando a fazer deixo um trechozinho de um diário de bordo que tenho mantido durante esta temporada na ilha deserta:

" Dia 7 no Acampamento:

 Amanheceu, são 4:30h da madrugada, a lua está linda no céu e mil estrelas. São 5 da manhã  hora de prospecção à procura de rastos de tartarugas, tartarugas perdidas e ninhos de tartarugas na Praia de Francisca e Praia do Acampamento. Terminamos o serviço por volta das 9h. Após o peq. almoço fomos surfar, ondas enormes, correntes sem fim, quase fui parar às rochas não fosse o T. Ainda fui à máquina de lavar umas duas vezes, levei com a prancha na cabeça e esfolei os joelhos. Mas muito bom o tempinho em que tive lá dentro, vou lá voltar de certeza. O T. foi surfar para um prainha com ainda mais ondas e sofreu a sua parte também. Chegou todo amarrotado ao acampamento e com um sorriso de orelha a orelha. 
Almoçamos arroz com todos com as lulas que foram apanhar de manhã.
Pela tardinha, fomos ao Portinho, andamos cerca de 3km para lá chegar, para conseguir rede de telemóvel e fazer um programa para a rádio da cidade e comunicamos o achado da tartaruga do dia de ontem e o facto de eu e da B. termo-nos perdido na ilha. 
O J e o N. que estão a trabalhar com armadilhas de gato, apanharam hoje um gato enorme, todo amarelo e colocaram-no um aparelho gps e coleira.
Também foi dia do Inglês, o T. inventou que todas as segundas-feiras é dia de Inglês e só podemos falar inglês. Só durou umas 2 horas até o pessoal começar a falar português e crioulo mas foi bom enquanto durou.
Já consigo destingir melhor os ninhos, obviamente os mais fáceis em que a cama ( o sitio onde a tartaruga se deita para mandar areia para o buraco dos ovos de maneira a tapar o ninho) é rasinha, as bordas da cama mostram claramente a marca das barbatanas e no sitio onde estão os ovos a areia é mais clara e vê-se logo que foi jogada pra lá porque forma uma borda.
Ainda, eu e B. vimos uma tartaruga a desovar e ficamos atrás dela a ver o desenrolar da coisa mas estávamos a sussurrar e de repente ela mandou-nos uma pázada de areia p'ra cima, a B. disse " acho que que ela disse para estarmos caladas". E portanto, ficamos o resto do tempo caladas e com a boca e cara cheias de areia.
À noite antes de dormir a B. disse-me para lhe ensinar Inglês e disse-lhe que podemos começar as aulas amanhã, ela disse que sabe algumas palavras mas não consegue formar frases, decidimos que todos os dias por volta das 5h quando não temos o programa de rádio podemos fazer uma aula de Inglês. Ela decide o tema.  Já lhe prometi que quando os ingleses chegarem ao acampamento ela será uma native speaker hehehe. O problema é que ela traduz, já lhe disse para pensar inglês e não pensar português e depois traduzir porque fica mais difícil e ela esquece-se dos in, on, the e as frases ficam tipo robocop hehhehe.
Time to sleep, tomorrow is a brand new day"

Monday, 2 July 2012

Fui!


É amanha pelas 8h da manhã que vou partir à aventura pela ilha deserta.
 Até à volta!

Wednesday, 27 June 2012

De volta a casa...


E assim fomos eliminados. Mas saímos com a cabeça erguida e com a certeza que fizemos o que muitos duvidaram. Espanha é uma grande equipa e os haters já estavam a falar em goleada. Pois bem, cá estamos...fora de campo. Acabou o jogo, acabou o sonho mas SOMOS GRANDES À MESMA!!!!

[Nunca gostei do F. Coentrão mas neste Europeu o senhor deu-me uma bofetada com luvas de pelica. Sim senhor, retiro tudo o que pensei sobre a tua pessoa.]

[eu li "injustiça" nos lábios do CR7 no final do jogo e eu até sou boa a ler lábios heheh]