Monday, 29 August 2011

Eu e o meu amor plantónico estamos chateados!


Pelo menos é o que eu acho. Desde do tal festival, em que eu fui contra o portão que dava acesso ao palco enquanto ele ia a sair para mais umas filmagens, que estamos neste jogo de gato e rato. Cruzo-me com ele em cada canto desta cidade. Ele sabe (sabia) que tem o efeito de fazer-me olhar p'ra baixo e procurar um buraco onde me enfiar de cada vez que batemos o olho, portanto diverte-se imenso com isso grrrrrrrrrrrr... (daí precisar de aulas de sedução).
No entanto, no sábado, na disco no meio desse jogo de gato e rato, surge um amigo da minha irmã S. a contar-me os problemas dele e da S. e o porquê dos dois estarem chateados. Aqui, a Blair Teresa de Calcutá, virou pombo correio dos dois e no meio de uma crise abraça o rapaz para o consolar. A imagem ao longe deve ter parecido qualquer coisa mais além, porque o amor platónico pirou-se da disco e hoje em mais um cruzamento numa esquina qualquer, ele olhou p'ra mim, amarrou a cara e seguiu. 
Tenho por mim que estou perante uma crise de ciúmes com o amor platónico. Estamos chateados!!! hahahaha

E o mais bonito é que não temos um amigo em comum, portanto para lhe explicar que  isto não passou de um mal entendido e que continuamos namorados platónicos só posso contar com a minha MARAVILHOSA arma de sedução e DESTREZA na comunicação oral (not!).

4 comments:

mari said...

txiii ... boa sorte**

Nokas said...

Assim é complicado :)

Palco do tempo said...

ahahah :)

Blair Randall said...

mari, hahahahaha!!! Acho que ultrapassa a sorte hehe

---------------
Nokas, ohhh a quem o dizes!

------------
Palco do Tempo, :)

xoxo***