Friday, 21 January 2011

Diário#3

Dear Kitty,

É sábado e resolvi acordar cedo para limpar. A J. foi embora depois dos acontecimentos, a A.P. também já cá não está, ela encontrou um trabalho em Sintra. Fiquei feliz por ela mas agora estou sozinha nesta casa enorme.

A limpar o quarto, a campainha tocou, e adivinha quem? Ele veio, o meu amor veio sem ser preciso eu ligar e implorar para ele passar por cá. Foi muiiiito boa, a tarde, ele veio directo do trabalho p'ra cá....estava com saudades, disse-me ele! A tarde foi bem passada mas já não suporto mais esta situação. Eu nunca quis ser a outra, eu não pedi isso...aconteceu e agora amo-o demais para o deixar. Que faço Kitty? Nunca posso lhe ligar, nunca posso pedir-lhe para dormir comigo. Eu sou o intervalo da vida dele, quando as coisas estão péssimas em casa ele aparece...e eu preciso sair! Não aguento mais...

Tua Blair
[Texto na Kitty, escrito em Julho de 2007]

2 comments:

saltos altos said...

Espero que já tenhas resolvido esse problema. Isso de ser a outra é muito mau, principalmente se a outra número 1 for boa rapariga e não merecer a traição desse fulano.


http://batomesaltosaltos.blogspot.com/

Blair Randall said...

Olá saltos altos! É muito verdade, nunca mais quero meter-me num rolo destes. Thank God isto já é passado ;)