Wednesday, 26 January 2011

Só a mim...

Mayana Neiva

Fui dar aulas e no caminho, (sim porque aquilo é loooonge ka sa farta) lembrei-me de várias estórias caricatas que aconteceram-me nos dias de faculdades, não vão muitos dias, mas já estou com saudades....eu sou assim distraída que só...

Tudo isto porque hoje, quando saí para ir ao fim do mundo, ia atrasada e ao abrir a porta deparo-me com uns gajos a arranjarem a calçada mesmo à porta de casa, quando preparava-me para levantar o meu ego (nada como bons homens da obra para levantar o astral de uma mulher), tropeço-me num amontoado de blocos e espeto-me ao comprido, ali no meio deles. E pronto, fiquei sem o piropo e a única coisa que me acompanhou rua abaixo foi o som da gargalhada deles. UGH 

7 comments:

CoisasDaGaja said...

Desculpa, desculpa, desculpa! Queria manter-me solidária mas desatei às gargalhadas! Que cena!

E devias ter erguido a cabeça e ter dito bem alto: Ainda bem que para variar fui eu que animei o dia aos trolhas!

looool! Era a morte deles :D

Bella said...

LOL. Acontece às melhores. Deixa lá, o piropo fica para a próxima;)
Bjokas

Blair Randall said...

CoisasDaGaja...não perdoo (brincadeirinha!) Não consegui proferir um único som, fui...cara baixa, passo apressado e a sacudir o pó. A minha cara vermelha de vergonha...foi digno de filme

Pois Bella, nada a fazer, fica mesmo p'ra próxima...só que com outros. Espero muito muito que eles não estejam lá amanhã...

Mary said...

Estou a imaginar a situação. Ontem tive uma quase que parecida, mas não era intenção ouvir nenhum piropo. Faltavam dez minutos para o meu exame começar quando reparo que me tinha esquecido do casaco no bar da faculdade. Vou eu a correr buscar o casaco e depois quando já estava a subir as escadas para a sala o meu casaco fica preso no corrimão das escadas e eu escorrego nas escadas e quase que caio mesmo de frente a um colega meu que tinha visto a minha correria toda. Foi muito bom! Obrigada pelo comentário, só agora é que o vi. Um grande beijinho

Blair Randall said...

Olá Mary, obrigada por teres passado por cá.
Bem o teu ia sendo um filme...ias ser gozada até ao fim do ano hehehe pelo menos os senhores da obra não me conhecem :) Mas se conhecessem saberiam que isso é normal em mim ;) bjs

Mia said...

A mim quem não me levanta mesmo o ego são os rebarbados dos homens das obras! É que para a maioria deles, até pode passar a gajas mais feia e maljeitosa que eles vão sempre mandar a boquinha! Cada vez que tenho que me sujeitar a esse momento de tortura psicologica da construção civil, quase que choro!

Blair Randall said...

HAHAHA...também é verdade mas é sempre bom ouvir "a tua mãe deve ser pasteleira para fazer um doce como tu", eles saem às vezes com cada uma que dá mesmo vontade de rir...